• Vamos Conversar?

    6 lições que aprendi lendo #GirlBoss

    girlboss

    No ano passado, quando resolvi me tornar uma GirlBoss, li na internet algumas resenhas do livro da Sophia Amoruso com esse mesmo nome e me interessei por ele. Sophia é CEO da Nasty Gal, uma loja virtual de mais de 100 milhões de dólares. 

    O livro está longe de ser uma autobiografia comum ou aqueles típicos livros de autoajuda para empreendedores. A história de Sophia é bem diferente do que imaginamos para uma CEO. Ela foi uma adolescente e jovem bem fora dos padrões, não curtia estudar nem seguir ordens. Sua primeira venda na internet foi um livro roubado e ela só decidiu arrumar um emprego fixo devido uma hérnia (!). No mesmo ano ela abriu uma loja no eBay e as coisas começam a acontecer. 

    É um pouco dessa trajetória que ela conta no livro, que mistura suas histórias com alguns conselhos para outras meninas que também queiram ser uma #GirlBoss, não necessariamente empreendedoras, já que ela também dá conselhos para quem trabalha empregada. O livro conta ainda no final de cada capítulo com a fala de alguma outra #GirlBoss de sucesso, entre elas a criadora do Refinery29 e a maravilhosa Leandra Medine, do Man Repeller

    Apesar da história de sucesso de Sophia ser totalmente fora do normal, eu curti bastante o livro e extraí algumas lições, não só para o empreendedorismo, mas para a vida! Vou resumi-las aqui e deixar alguns dos meus trechos preferidos do livro:

    1. Acredite em si mesma! 

    “quando você acredita em você mesmo, as outras pessoas também acreditam em você.”

    “Se você acredita que o que está fazendo terá resultados positivos, terá – mesmo que não seja imediatamente óbvio. Quando você mantém no trabalho o mesmo padrão que mantém como amiga, namorada, estudante ou qualquer outra coisa, a recompensa vem.”

    “Uma coisa que você deve saber sobre mim é que quando eu ouço não, eu raramente escuto. É preciso ter um tipo especial de teimosia para ser bem-sucedida como empreendedora.”

    2. Fluxo de caixa é tudo

    “dinheiro significa liberdade. Se você aprender a controlar as suas finanças, não vai ficar presa a um emprego, a um lugar ou a relacionamentos que odeia só porque não tem condições financeiras para modificar a situação.” 

    “meu pai passou a repetir o mantra “Fluxo de caixa é tudo” e isso permaneceu sempre comigo. É tão simples, mas difícil demais para muita gente entender: Não gaste mais dinheiro do que você tem.”

    “Outra coisa que não se deve fazer de jeito nenhum é aumentar os seus gastos assim que a sua renda aumenta.”

    3. O Pensamento Mágico 

    “ainda que desenvolver um negócio imenso nunca tivesse sido o meu único objetivo, cada pequena escolha que eu fiz no caminho contribuiu para eu estar onde estou agora. Toda vez que eu me levantava de manhã em vez de dizer ‘dane-se’ e voltar a dormir, toda vez que eu gastava alguns minutos a mais na descrição de um produto para que ficasse perfeita, eu estava escolhendo o meu destino e plantando sementes do meu futuro.” 

    “Toda vez que você toma uma boa decisão ou faz algo legal ou cuida de si mesma, toda vez que você vai para o trabalho e trabalha com empenho e dá o seu melhor em tudo o que pode fazer, está plantando sementes para uma vida que você só pode esperar que cresça além dos seus sonhos mais extremos. Cuide das coisinhas pequenas – até das coisinhas que você odeia – e as trate como promessas para seu próprio futuro. Logo você vai ver que o destino favorece os audaciosos que põe a mão na massa. “

    “se você acredita em algo, as outras pessoas vão acreditar também. Você não pode convencer uma pessoa – seja um possível empregador, um gerente de financiamento da concessionária ou alguém de quem você está a fim – de que você é incrível e fantástica se você mesma não achar que é. Não é a falsa confiança que vem de ter um monte de “curtidas” nas suas selfies do Instagram, mas uma autoconfiança profunda e inabalável que persiste mesmo quando as coisas não estão tão bem.”

    “Foque nas coisas positivas da sua vida e você vai ficar chocada com quantas novas coisas positivas começarão a acontecer.”

    4. Você pode se sentir à vontade onde quiser 

    “Eu me senti como uma impostora durante muito tempo, como se eu não fosse qualificada nem aqui nem na China. Quem deixou essa louca entrar?, eu pensava comigo mesma, perguntando-me se eu seria desmascarada e quando.”

    “Parei de sentir que eu não estava à vontade em lugar algum e percebi que eu poderia me sentir à vontade em qualquer lugar em que eu quisesse estar.”

    “Não importa onde você está na vida, você vai poupar muito tempo ao não se preocupar demais com o que os outros pensam de você.”

    5. Confie no seu estilo 

    “Você pode ser cheia de grana e comprar todos os produtos de estilistas que couberem no porta-malas do seu Mercedes-Benz, mas nenhum dinheiro pode comprar estilo. Ter um bom estilo exige reflexão, criatividade, confiança, autoconsciência e até, às vezes, um pouco de trabalho.” 

    “Quando eu sinto confiança no que estou usando, isso faz com que eu me sinta mais confiante durante todo o dia. É verdade que eu poderia fechar um negócio usando pijama, mas sou muito mais perigosa com uma calça de couro e botas que podem machucar um idiota”. 

    “Confie no seu estilo como você confia no seu carro usado. Isso significa usar o que você gosta e o que te faz sentir bem. E significa se vestir para você mesma – não para o seu namorado, não para os seus amigos, não para os seus pais. Aqui está uma coisa que a indústria da moda não dirá: A autoconfiança é mais atraente que qualquer coisa que você possa pôr no seu corpo.”

    6. Quais são as chances de dar certo?

    “Não importa quais sejam os seus sonhos, se você escutar só aqueles que estão à sua volta, as chances de seus sonhos se tornarem realidade são muito pequenas.”

    “Mas difícil não significa impossível, e das trocentas coisas do universo que você não pode controlar, o que você pode controlar é com que insistência vai tentar e se, ou quando, vai encerrar a questão.”

    “Uma vantagem de ser ingênua é ser capaz de acreditar em si mesma quando ninguém mais acredita.”

    Ufa! Se deixar eu transcrevo o livro todo aqui! ~risos Tem muito conselho bom nele. A leitura é super leve, bem humorada e divertida, não é um livro cansativo. Super vale a leitura! ♥ 

    Você já conhecia a história da Sophia ou da Nasty Gal? Já teve vontade de ler esse livro?

    Share
  • Você também pode gostar de:

    No Comments

    Comenta aí! ;)