• Vamos Conversar?

    Se cuidar é se amar ♥

    se-cuidar

    A gente vive falando sobre autoestima, amor próprio, se amar. Mas todo amor precisa ser demonstrado e com o tal do amor próprio não é diferente, né?!

    Nós, mulheres, arranjamos tempo para cuidar dos outros, dos filhos, do companheiro, das amigas, mas e o cuidado com a gente mesma, tá rolando? Autocuidado é autoamor. E quando falo de autocuidado é no sentido mais amplo possível, é se cuidar em todas as esferas.

    O autocuidado perpassa por todos os aspectos da nossa vida, é se examinar, ver o que não está legal e procurar como melhorar isso. É ser responsável com a gente, com nossas atitudes, é se respeitar, se questionar sobre o que te faz feliz, o que te motiva, quais são os seus limites. É se permitir não fazer nada de vez em quando, mas também saber a hora de se levantar e agir. Autocuidado passa também por cuidar da nossa saúde, tanto a física, quanto a emocional e a mental.

    Somos bombardeadas o tempo todo com pressões, comparações, com notícias assustadoras, coisas que abalam nossa saúde mental, e o que temos feito para resguardá-la? E sua saúde emocional, como anda? É normal a gente não saber como lidar com tudo, tem horas que a vida parece mais pesada do que a gente consegue aguentar mesmo, mas nem sempre você precisa lidar com tudo sozinha, sabia?! Com certeza existem pessoas do seu lado dispostas a te ajudar e segurar na sua mão nesse momento, e em alguns momentos um auxílio profissional ajuda muito também! Foi difícil eu reconhecer que precisava de terapia para lidar com situações difíceis da minha vida e as marcas que elas deixaram, mas confesso que é um processo maravilhoso de autoconhecimento e cura fazer terapia. Então não hesite em procurar um psicólogo caso sinta que precisa!

    Cuidado com suas relações, relacionamentos tóxicos e abusivos podem destruir nossa autoestima sem ao menos percebermos. Aquela pessoa que faz você se sentir envergonhada de si mesma ou inferior pode não ser tão sua amiga assim, um parceiro que te agride verbalmente, que te chantageia emocionalmente pode não ser o “amor da sua vida”. Pessoas que te manipulam em troca de interesses, que fazem você pensar que nunca vai conseguir realizar seus sonhos ou que dizem que você “não é tão bonita assim”, aos poucos vão minando sua alegria e talvez não sejam o tipo ideal pra se ter por perto. A gente precisa cuidar da nossa saúde mental e emocional como deveria cuidar da saúde física. A propósito, não negligencie os sinais que seu corpo dá! Se tem algo de estranho, não demore a procurar um médico, fazer exames e verificar o que tá acontecendo. Nosso corpo é nosso lar.

    amor-proprio

    Quando a gente se cuida, a gente mostra o quanto se ama. Umas das lembranças que eu tenho da minha mãe e que me recordo com carinho é que sempre antes de dormir ela passava cremes hidratantes e anti-idade no rosto. Era o ritual dela. Isso me influenciou, me fez perceber o quanto ela se amava através desse simples ato de cuidado com ela mesma. Ela, que sempre cuidava de nós, também separava um tempinho pra cuidar dela. Pode parecer algo pequeno, mas eu como filha, ao assistir isso, entendi, sem ela falar nada, o quanto é importante o autocuidado, o quanto a gente se ama mesmo com atitudes pequenas. Seja tomando um banho quentinho e gostoso depois daquele dia péssimo, se levando pra tomar um sorvete, usando aquela roupa mega confortável, se permitindo não fazer nada ou se permitindo fazer aquele curso dos sonhos,  seja se afastando de quem te faz mal, ou se dando uma chance de vez em quando.

    autocuidado
    Registro de um dia em que eu ME levei pra tomar café, depois de uma semana complicadinha em que eu achava que ia explodir ♡

    São inúmeras as formas de cuidado com a gente mesma, é importante estar atenta, se entender, ouvir seus sentimentos, sua mente, seu corpo. Se olhe com mais carinho, não seja tão dura com você, não se cobre tanto, se compreenda um pouquinho mais.

    Pense no que você pode fazer hoje pelo seu próprio bem! Se cuide, se ame! ♥

     

     

     

    Share
  • Você também pode gostar de:

    No Comments

    Comenta aí! ;)